Thiago Mondini

Quando está trabalhando, Thiago Mondini cria. Nas horas de lazer, também. É assim desde criança, quando ele gostava de tocar piano, brincar de Lego e já arriscava desenhar layouts, inspirado em panfletos de prédios que estavam sendo construídos. Foi essa relação profunda e espontânea com a arte que guiou as escolhas de Thiago. Ele fez graduação em Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal de Santa Catarina e, depois de atuar por alguns anos em Florianópolis, decidiu voltar a morar em Blumenau, onde nasceu. O primeiro projeto que assumiu na cidade foi comercial, para um café, que não chegou a ser executado. Logo em seguida, teve a oportunidade de fazer um apartamento no litoral, que marcou o início da trajetória bem sucedida do seu escritório. Os projetos de arquitetura e interiores residenciais ainda ocupam grande parte do tempo de Thiago, embora o arquiteto tenha um portfólio variado. “Tento capturar as linguagens que façam sentido para os clientes e transformá-las a partir do meu olhar.” A sua metodologia envolve conhecer o universo do cliente, sintetizar as informações e decifrar como cada ambiente deve ser. A partir disso, ele cria uma base simplificada para o projeto, sobre a qual pode decorar livremente. Os estilos transitam entre clássico, industrial e contemporâneo. “Não repito soluções. As pessoas e as famílias são muito distintas. Assim também deve ser cada projeto: único e específico.” Essa percepção sensível do mundo é totalmente influenciada pelas expressões artísticas de Thiago — algumas antigas, outras recentes. Além de experiente arquiteto, pianista e compositor musical, desde 2018, ele também se dedica à cerâmica.