Paula Alésio

A história de Paula Aléssio com a arquitetura vem de muito antes da abertura do escritório, há 13 anos. Desde a primeira fase acadêmica, Paula fez estágio em escritório de arquitetura, sempre no mesmo local, então conseguiu ficar bem por dentro do dia a dia e do ritmo da profissão. Quando apresentou o trabalho de conclusão de curso, seguiu trabalhando. A partir daí o ritmo de trabalho intensificou. “Um amigo meu tinha um escritório de manutenção predial, e nessa oportunidade foquei em projetos de interiores de hall de entrada e salão de festas desses prédios. Sempre gostei muito da área de arquitetura de interiores”, conta. Meses depois surgiu a oportunidade de fazer o projeto de uma agência de comunicação e, dessa vez, Paula decidiu trabalhar sozinha. “Nesse momento, notei o quanto é importante entrar no universo do cliente, falar a sua língua”, conta. Após um tempo, a arquiteta sentiu a necessidade de nichar mais a profissão, espelhando-se na conduta do marido, então namorado, que era médico e já trazia esse pensamento de se especializar em uma área. Paula decidiu fazer uma pós-graduação em Iluminação e design de interiores, o que a fez ver a profissão com olhos diferentes, pensar mais no atendimento ao cliente e de forma mais empreendedora. Hoje, trabalha somente com projetos de interiores e reformas. “Não projetamos arquitetônicos. Senti necessidade de empreender, aumentar a equipe, saber como gerenciar pessoas, para conseguirmos entregar um resultado ainda melhor para os nossos clientes. Então iniciei um MBA em gestão de escritórios de arquitetura de interiores”. Para ela, cada projeto é tratado de forma especial. A equipe cuida das partes burocráticas, gerencia a obra e garante que o cliente fique somente com a parte boa e se envolva ao máximo com as etapas mais prazerosas do processo. Negociação com fornecedores, gerenciamento de orçamentos, prazos de entrega e logística, tudo isso fica com a equipe de profissionais.