Marina Horta

A relação da arquiteta Marina Horta com a arte é intrínseca: desde jovem, sentia-se seduzida pelo belo e tudo que envolve o universo artístico. Ao somar seu gosto com as suas aptidões nas ciências exatas, nada mais natural do que unir as grandes paixões na hora de escolher sua profissão. “Aliado ao prazer de trabalhar com a arquitetura, que me faz plena, o desejo de seguir nesta área advém também do reconhecimento e retorno dos clientes e do público em geral”, conta a profissional. Marina formou-se em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde iniciou a carreira, e atuou em projetos em São Francisco, na Califórnia. Em 2009, mudou-se para Florianópolis, cidade que escolheu para investir em seu escritório. Para ela, as especificidades de cada projeto e os variados desejos dos clientes sempre trazem novos desafios. Assim, a busca por novas soluções e pelo conhecimento técnico é algo constante. Já o processo criativo necessita de inspiração e olhar diferenciado. “Esse é o exercício diário que vivencio. O olhar constante, a busca por novidades, inspirações, ambientes diferentes do lugar comum e viagens a destinos variados”, revela. A cada projeto, a arquiteta prioriza a criação de espaços que sejam humanizados, contemplando sempre as relações do ambiente com quem o habita, trazendo mais conforto e incentivando a melhoria da qualidade de vida e das relações interpessoais: “Neste mesmo sentido e em consonância com as tendências econômicas e ambientais, estamos implementando em nossos projetos novos conceitos e soluções de sustentabilidade”.