Marcelo Salum

Ao perguntar para Marcelo sobre os motivos pelos quais as pessoas procuram o seu trabalho, ele responde que é porque “estão interessadas no universo que eu crio, onde a diversidade de objetos reunidos é a tônica”. Nesse infinito particular, a mistura de elementos, cores e texturas tem um resultado harmônico que dá personalidade à decoração. A cor é marcante, e o excesso – longe de ser um caos de informação – segue uma dinâmica bem própria em cada projeto, exaltando a personalização. Nesse sentido, o arquiteto entende que administrar grandes volumes é tão complexo quanto a moderação. Independente da escala, os objetivos e sentimentos que envolvem a concepção de um projeto – seja de interiores, corporativo, comercial ou residencial –sempre servirão de base para a construção de um lugar, uma zona de convivência, interação e conexão, com ambientes que servem à rotina, fazendo sentir-se em casa.