Gabriela Naspolini

A casa pode ser sentida através do jogo de luz, aguçada pelas cores, e transformada por objetos soltos, com diferentes possibilidades de usos. Com essa frase, Gabriela Naspolini sintetiza a visão que possui na hora de criar lares que sejam reflexos das necessidades e gostos de quem a contrata. Esse faro apurado tendo sido aprimorado desde o seu primeiro contato com a profissão. Ela cresceu brincando entre madeiras e martelos na marcenaria do avô. Tendo toda a família inserida em meio à fabricação de móveis, descobriu o gosto pela arquitetura e decoração trabalhando desde cedo ao lado do pai. “Gosto de captar a personalidade do cliente, e ir além do que ele deseja. O segredo é transformar a casa numa relação pessoal com a história dos moradores, contada por trás de cada móvel e objeto”. Antes de atuar em carreira solo, ao término da faculdade, trabalhou com Urbanismo na capital do estado, atuando como arquiteta na Diretoria de Planejamento do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf). Hoje, sua missão é criar ambientes que primam pelo conforto e funcionalidade – com a personalidade de quem vive neles.