Nas raízes da alma, por BST Arquitetura

Um cotidiano inspirador e um espaço dedicado à criação de boas memórias. Com uma curadoria assertiva e um planejamento cuidadoso, a morada de um casal curitibano se torna um espaço de identidade e permanência.

Fugir dos modismos e do óbvio nunca é simples. Porém, com uma ideia bem fundamentada, o improvável se torna possível. Construído durante a década de 1970, este apartamento curitibano de 470 metros quadrados já possuía uma essência atemporal. Ao ser adquirido por um casal em 2019, a ideia foi aproveitar o potencial do local e tentar manter sua origem arquitetônica.

Mas a reforma foi intensa: o pavimento superior foi reconstruído e a estrutura interna foi em boa parte remodelada. O escritório BST Arquitetura conseguiu imprimir no projeto a identidade visual pretendida pelos moradores, ou seja, um décor autêntico com notas contemporâneas, biofílicas e cosmopolitas — tudo permeado por um conceito fundamentalmente brasileiro.

Foto: Kacio Lira

Indicados ao casal através de um amigo em comum, os profissionais Guilherme Belotto, Camille Scopel e Thiago Tanaka criaram um trabalho dedicado à integração dos ambientes e adequado perfeitamente à rotina do casal.

Ao valorizar materiais-base, como a textura amadeirada, as paredes brancas e o mármore brasileiro, o projeto reúne a quantia exata de charme e despojamento. Uma vista impecável da capital e uma organização idealizada para receber os amigos completam o ambiente, apresentando uma composição urbana e muito mais que intimista.

Logo ao entrar no apartamento, fica evidente que a integração não se limita apenas ao layout do projeto. A atenção à escolha do mobiliário dá um tom harmonioso aos cômodos e cria um contexto coerente com a estética pretendida. Na sala de estar, peças de design assinado roubam a cena e atraem os olhares, como a ilustre poltrona Mole, de Sérgio Rodrigues, ou a vazada mesa de centro Cob, advinda da mente de Fabrício Ronca.

Longe de ser minimalista, o conjunto das peças decorativas dão a identidade visual necessária para a criação de um conceito intimista e brasileiro. Seguindo uma paleta de tons quentes quase outonais, cada expressão de cor ganha contraste em uma tela em branco cheia de personalidade.

Foto: Kacio Lira

Logo ao entrar no apartamento, fica evidente que a integração não se limita apenas ao layout do projeto. A atenção à escolha do mobiliário dá um tom harmonioso aos cômodos e cria um contexto coerente com a estética pretendida. Na sala de estar, peças de design assinado roubam a cena e atraem os olhares, como a ilustre poltrona Mole, de Sérgio Rodrigues, ou a vazada mesa de centro Cob, advinda da mente de Fabrício Ronca.

Longe de ser minimalista, o conjunto das peças decorativas dão a identidade visual necessária para a criação de um conceito intimista e brasileiro. Seguindo uma paleta de tons quentes quase outonais, cada expressão de cor ganha contraste em uma tela em branco cheia de personalidade.

PONTOS-CHAVE
• Desenvolvida para um casal que gosta de receber visitas, o projeto precisava ter uma proposta receptiva e espaçosa. Para chegar a esse resultado, várias paredes foram removidas. Uma destas alterações foi a demolição de um dos quartos, tudo para dar mais amplitude e mobilidade à área social. Além desta conexão interna bem desenvolvida, a longa extensão das janelas por todo o apartamento permitiu que a atmosfera urbana externa fosse transportada para dentro com organicidade.
• Os pilares são elementos de identidade do apartamento e foram integradas no projeto com funcionalidade. Na sala de estar, eles foram utilizados para criar uma moldura acolhedora ao sofá e à rede de descanso.
• Elementos arrematam a composição criando uma atmosfera envolvente e cheia de estímulos visuais. A Poltrona Mapá, do Estúdio Orth, sintetiza essa característica através de sua composição amadeirada, com palha trançada e almofada em algodão cru.

Apesar de nortearem o projeto como um todo, dois elementos naturais ganham um protagonismo
conjunto na cozinha. Extraídos da própria região e magistralmente aplicados, o revestimento em
lâmina de Freijó e a inserção de Mármore Branco Paraná transformam o coração da casa em um espaço simultaneamente aconchegante e sofisticado. Destaque para as banquetas Coin, assinadas por Rodrigo Delazzeri, que conceituam o cômodo com uma simplicidade vanguardista.

Presente já no projeto original, a escada helicoidal é um dos destaques da casa. Para a reforma, o escritório refez o revestimento, substituindo o piso antigo de madeira pelo mármore, e projetou um novo guarda-corpo em chapa metálica perfurada.

Foto: Kacio Lira

A gourmeteria aposta na comodidade para valorizar as futuras lembranças. O espaço conta com uma decoração atemporal e que flerta com o contemporâneo. Em uma das paredes foi criado um nicho com função de sofá e que serve como uma extensão da mesa de encontros e reuniões. A peça, inclusive, é enaltecida pelas linhas fluidas das Cadeiras Clave, da Vírgula Ovo.

Na área da churrasqueira, o painel de azulejos Grimpa, do designer Romulo Lass, remete ao desenho das folhas das Araucárias, típicas da região. Além disso, os ladrilhos criam um plano de fundo refinado e que dá um toque atenuante ao calor da madeira.

Foto: Kacio Lira

A cobertura do apartamento também foi alvo de metamorfose. Possibilitando uma integração com a área externa, toda a estrutura do ambiente foi refeita para garantir um vínculo entre o conectar e o inspirar. Contrastando com a solenidade dos tons neutros, pontos de cor foram colocados com assertividade, modernizando e conferindo personalidade ao local.

DETALHANDO

1. A proposta minimalista do lavabo social é uma extensão do restante do projeto, mas que aqui
ganha destaque pela expressividade em um espaço reduzido. Tons que remetem ao orgânico criam um cenário imprevisível de aconchego.

2. Mesmo não sendo a principal referência no banheiro da suíte máster, a madeira ripada chama a atenção pela tonalidade mais profunda e pelo forte contraste com as cores brancas predominantes. Destaque para a cuba, que confere um charme especial à bancada.

3. Mesmo não sendo a principal referência no banheiro da suíte máster, a madeira ripada chama a atenção pela tonalidade mais profunda e pelo forte contraste com as cores brancas predominantes. Destaque para a cuba, que confere um charme especial à bancada.

4. O revestimento amadeirado consegue delinear a banheira minimalista, garantindo uma valorização complementar e destacada de ambos os elementos.

As criações e edições realizadas pela Supernova Editora
se enquadram na Lei nº 9.610/98 (Lei sobre direitos autorais),
portanto, possuem proteção contra plágios e cópias.
Assim é vedado ao terceiro a reprodução de obra sem prévia autorização,
sendo que a sua utilização sem a concessão enseja reparação civil.