Como tudo deve ser, por GM Arquitetura

Em Balneário Camboriú, uma residência de 350 metros quadrados foi o alvo de uma transformação arquitetônica completa. Um cenário que alia contemporaneidade, leveza e elegância atemporal.

Foto: Kacio Lira

Após uma longa conversa, todo o cenário tomou forma. Peças de movelaria, texturas de revestimento e objetos decorativos foram cuidadosamente selecionados, tudo para capturar com habilidade a essência de uma jovem família. Em cinco meses, a casa dos sonhos saiu do papel e foi entregue das mãos do escritório GM Arquitetura aos personagens principais daquele novo capítulo: um lar acabava de ficar pronto.

A Avenida Atlântica, em Balneário Camboriú, é cenário do amplo living que foi renovado de forma atemporal e contemporânea para receber os amigos da família. As duas poltronas clássicas Mole, em couro caramelo, de autoria do ícone modernista Sergio Rodrigues, contemplam o novo layout do estar e cumprem o desejo dos clientes.

O painel de madeira ripado, camuflando a porta principal e combinando com o porcelanato italiano aplicado no painel da TV, entregou sofisticação ao living. A vista estonteante complementou o espaço, que conta com a modernidade da Mole, com acabamento em couro caramelo. Já para as poltronas Lina, em contraponto, foi escolhido linho azul, cor predominante também na decoração.

Para uma família que gosta de receber e confraternizar, não poderia faltar um espaço de bar, com direito a mesa de sinuca, espaço para bebidas, adega e cristaleira. “Propomos a transição para este ambiente de forma sutil, utilizando tons de cinza-escuro, trabalhando com a iluminação no mobiliário e o cimento queimado no teto”. O resultado é um ambiente mais intimista, mas que segue a mesma linguagem do restante da sala.

Assinada pela Suíte Design, a poltrona Lina no meio da sala de jantar é um destaque a parte. Para harmonizar com o com a decoração predominante no décor, foi selecionada a versão em linho azul. A manutenção da unidade estética colabora para um aconchego mais palpável no ambiente.

As criações e edições realizadas pela Supernova Editora
se enquadram na Lei nº 9.610/98 (Lei sobre direitos autorais),
portanto, possuem proteção contra plágios e cópias.
Assim é vedado ao terceiro a reprodução de obra sem prévia autorização,
sendo que a sua utilização sem a concessão enseja reparação civil.